sexta-feira, 27 de março de 2015

Procura

Procuro um poema
Na aridez dos dias que sucedem a si mesmos
Procuro a esmo
Um significado que hoje é passado
Num futuro perdido que não faz sentido.